Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diagonal Omnipatente

Diagonal Omnipatente

Paris Hilton - Paris

Outubro 07, 2006

Tanbark


Numa altura em que fazer boa música pop está apenas destinado a uns poucos "artistas iluminados", surgiu de onde menos se esperava um excelente álbum pop. Paris Hilton foi a protagonista desta surpresa musical.
Apesar de ser a herdeira da cadeia de hotéis Hilton, foi através de um home video com o seu namorado que ganhou um reconhecimento mundial. Foi o começo de uma nova vida.
Após a passagem por alguns filmes como actriz, Paris Hilton lança o álbum "Paris". A primeira ideia que vem à cabeça é de que não passa de uma atitude de uma rapariga mimada e com muito dinheiro. Talvez até tivesse sido esse o motivo e declarações da própria sobre o seu disco tais como "I, like, cry, when I listen to it, it's so good.", não abonam muito a seu favor. O que qualquer pessoa pensaria é que ao ouvir o álbum também iria chorar. Não de contentamento, mas antes de dor.
Paris Hilton teve o dom de saber escolher com quem trabalhar e com isso dar credibilidade ao seu trabalho. Entre eles o songwriter Kara DioGuardi e o produtor/co-writer Scott Storch foram os que deixaram mais marcas, introduzindo ao mesmo tempo uma sonoridade moderna e retro. Com influências de hip-hop em músicas como "Turn It Up" e "Turn You On", reggae em "Stars Are Blind" ou pop/rock ao estilo de Lindsay Lohan ou Ashley Simpson em "Screwed", "Paris" é um álbum homógeneo e heterogéneo ao mesmo tempo. Com um toque final de génio através da cover "Do You Think I'm Sexy" (versão original de Rod Stewart) Paris Hilton demonstra toda a consistência do álbum.
Pode-se não gostar da persona de Paris Hilton, a verdade é que realizou um bom disco pop. A sua voz foi, muito provavelmente, alvo de tuning. Deve ter passado por milhentas alterações por computador que lhe permitiram cantar como está no álbum. Óbvio será afirmar que, caso isto seja verdade, ela nunca se irá aguentar nas actuações ao vivo, mas tal não deve ser também o seu objectivo. Isso não inferioriza o facto do produto tal como está a ser vendido ser um bom produto. Um produto com cheiro a Paris.

4/5

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D